Relação entre o consumo excessivo de frutose e síndrome metabólica

021_INSIRA_17_R_post_frutose

Sabe-se que a alimentação é um dos fatores modificáveis para prevenir e tratar doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), como por exemplo a síndrome metabólica. No entanto, o consumo excessivo de produtos industrializado e açucarados afeta negativamente a saúde da população, especialmente crianças que são os públicos vulneráveis à propagandas de alimentos.

A síndrome metabólica (SM) engloba um conjunto de alterações fisiológicas que pré-dispõe o indivíduo a doença cardiovascular e outros agravos a saúde. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) o diagnóstico da síndrome metabólica ocorre quando há a presença de pelo menos três dos cinco fatores a seguir:

  • Hipertensão
  • Resistência à insulina,
  • Triglicerídeos >150mg/dl
  • Níveis de colesterol HDL <40mg/dl para homens e < 50mg/dl para mulheres
  • Obesidade central -Circunferência da cintura maior que 88cm para mulheres e 102cm para homens.

 Evidências atuais indicam que o consumo indiscriminado e excessivo de frutose presentes nos produtos industrializados pode levar à  desenvolvimento de fatores predisponentes da síndrome metabólica.

A frutose é um monossacarídeo presentes em frutas e em alguns  alimentos açucarados, denominados  nos rótulos muitas vezes como  xarope de  glicose ou  xarope de açúcar. É metabolizada predominantemente no fígado, e quando em excesso, estimula a lipogênese, aumenta níveis pós-prandiais de triglicerídeos . Além disto, pode acarretar resistência à insulina e aumentar gordura visceral. Também, está relacionada à indução de espécies reativas de oxigênio (ROS) que causam a disfunção celular.

É importante ressaltar que o consumo de frutas em quantidades adequadas não se compara a ingestão de alimentos açucarados. Portanto, é importante uma orientação nutricional adequada. Uma vez que a síndrome metabólica (SM) é um problema de saúde pública e o consumo de produtos industrializados é crescente.

Segue alguns alimentos que contém diversos tipos de açúcar:

Denominação dos tipos de açúcar que contém nos alimentos industrializados
Cereal matinal Xarope de glicose, xarope de glicose, açúcar
Barra de cereal Maltodextrina, xarope de glicose, açúcar invertido, açúcar.
Bolacha recheada Açúcar invertido, xarope de açúcar
Achocolatado Açúcar, extrato de malte
Sorvete Açúcar, xarope de glicose, açúcar invertido
Ketchup Açúcar, xarope de milho.

 

Fontes

LUSTIG,R.H.;MULLIGAN,K.; NOROWOLIKI, et. al, Isocaloric fructose restriction and metabolic improvement in children with obesity and metabolic syndrome, Obesity Silver Spring, 2016 Feb; 24(2): 453–460.

BOTEZELLI,J.D. ;MOURA,R.F. ;ROSSI,C.A. ;et. al., Consumo de frutose e exercício físico, impacto na síndrome metabólica, Motriz, Rio Claro, v.16 n.1 p.231-239, jan./mar. 2010.

Sociedade Brasileira de Endocrinologia Metabologia (SBEM)-  https://goo.gl/4NnUY5

Larissa Leal Andrade

Estagiária de  Nutrição

 

Silvia Ramos

Nutricionistas  – CRN3/10908

 

Sem comentários.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *