Primeiro Consenso Clínico e Recomendações Nacionais sobre Crianças Traqueostomizadas da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica (ABOPe) e Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

Introdução: A traqueostomia é um procedimento que pode ser realizado em qualquer faixa etária, incluindo crianças menores de 1 ano de idade. Infelizmente, os profissionais de saúde no Brasil têm grande dificuldade em lidar com essa condição devido à falta de orientação de cuidados padrão. Objetivo: Este consenso clínico da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica (ABOPe) e da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) tem como objetivo gerar recomendações nacionais sobre o cuidado das crianças traqueostomizadas. Métodos: Um grupo de especialistas experientes em traqueostomia pediátrica (otorrinolaringologistas, pediatras de terapia intensiva, endoscopistas e pneumopediatricianos) foram selecionados, levando em consideração as diferentes regiões do Brasil e seguindo os critérios de inclusão e exclusão. Resultados: Os resultados gerados a partir deste documento basearam-se no acordo da maioria dos participantes sobre as indicações, tipo de cânula, técnicas cirúrgicas, cuidados e diretrizes gerais e decanulação. Conclusão: Essas diretrizes podem ser usadas como diretrizes para uma ampla gama de profissionais de saúde em todo o país que lidam com crianças traqueostomizadas.

Referência: AVELINO, M. A. et al. Primeiro consenso clínico e recomendações nacionais sobre crianças traqueostomizadas da academia brasileira de otorrinolaringologia pediátrica (abope) e sociedade brasileira de pediatria (sbp).. Brazilian journal of otorhinolaryngology, Cidade, v. 81, n. 5, p. 497-608, set./out. 2017.

 

Leticia Ramos
Estagiária de Nutrição

Silvia Ramos
Nutricionista CRN3/10908

 

Sem comentários.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *