O efeito da ingestão de leite na massa óssea e na composição corporal em pré-púberes: um ensaio controlado randomizado

 

Resumo

Introdução: A retenção de cálcio aumenta com o aumento do índice de massa corporal (IMC) para doses recomendadas de cálcio. Os alimentos lácteos são uma excelente fonte de nutrientes essenciais que são necessários para aumentar o conteúdo mineral ósseo e potencialmente diminuir risco de fratura.Objetivos: Comparar  crianças com excesso de peso com crianças eutróficas na formação/retenção de de massa óssea em resposta a 3 porções extras de lácteos/dia em comparação com a ingestão usual.Metodologia: Os  participantes eram 240 meninos e meninas saudáveis ​​(64%), com idade entre 8-15,9 anos (média ± DP idade: 11,8 ± 1,5 anos), que consumiam pequenas quantidades de produtos lácteos (<800 mg Ca/dia). Um total de 181 indivíduos completaram o teste – 61% eram negros, 35% eram brancos e 4% eram outros; 50% tinha peso saudável [5º a 70º percentis de IMC por idade (percentil)] e 50% dos indivíduos apresentavam excesso de peso (percentil ≥85). Os participantes foram distribuídos aleatoriamente nas categorias de IMC para receber uma intervenção de 18 meses (3 porções/dia equivalente a ~ 900 mg Ca/dia) ou controle. As principais medidas de resultado avaliadas a cada 6 meses incluíram o conteúdo e densidade mineral óssea  total, densidade mineral óssea cortical e trabecular (DMO), conteúdo mineral ósseo,  área óssea na medida da tíbia a 4% e medidas antropométricas.Resultados: Não foram observadas diferenças significativas na alteração da DMO, conteúdo mineral ósseo ou área óssea para o raio do corpo total, coluna lombar e quadril total entre indivíduos que receberam a intervenção (consumo alcançado de até 1500 mg Ca /d) e indivíduos que não obtiveram o maior aporte de cálcio(~ 2 xícaras de leite ou outros produtos lácteos como parte da dieta), com exceção de um ganho de conteúdo mineral ósseo tibial, que foi maior no grupo que receberam lácteos (P = 0,02) . A gordura corporal não foi influenciada pela dieta.Conclusão: a intervenção com lácteos não afetou a  massa óssea  ou  a composição  corporal  entre os  diferentes IMC. Sugerindo que cerca que 2 xícaras de leite ou o equivalente em produtos lácteos são adequados para ganho ósseo normal entre 8 e 16 anos.

 

Referência

VOGEL, Kara et al. The effect of dairy intake on bone mass and body composition in early pubertal girls and boys: a randomized controlled trial. The American Journal Of Clinical Nutrition, [s.l.], v. 105, n. 5, p.1214-1229, 22 mar. 2017. American Society for Nutrition. http://dx.doi.org/10.3945/ajcn.116.140418. Disponível em: <http://ajcn.nutrition.org/content/105/5/1214.full.pdf+html>. Acesso em: 30 maio 2017.

Sem comentários.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *