Formas nutritivas de saborear a culinária japonesa

 
Uma das grandes dúvidas dos apreciadores da culinária japonesa é: quantas vezes por semana eu posso comer sushis, sashimis e temakis? De acordo com a endocrinologista Ellen Simone Paiva, do Centro Integrado de Terapia Nutricional (Citen), essa é uma das perguntas mais frequentes entre os pacientes, mas que não tem uma resposta definitiva. “Não existe uma recomendação para o consumo específico de comida japonesa. Costumamos recomendar o consumo de um peixe fonte de ômega-3, pelo menos uma vez por semana”.

 

 
Para a endocrinologista, o ideal é evitar os excessos e ficar de olho na qualidade dos alimentos. Segundo a nutricionista Amanda Epifânio, do Citen, o temaki é um dos pratos mais recomendados da cultura oriental, pois tem preparação leve, baixo teor calórico e equilíbrio em termos de macronutrientes. Em apenas um temaki é possível reunir vários nutrientes importantes como o carboidrato, através do arroz, a proteína, nos peixes e no kani e as fibras, presentes no nori e nos vegetais.
 
Saiba mais sobre essa matéria em: http://goo.gl/mAOJvx

Sem comentários.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *